Quinta-feira, 9 de Julho de 2015

Anedota 381 Mêrmão alentejano

O ALENTEJO QUE MÊ IRMÃO CARLOS AMA...

Em noite de feroz inspiração, o poeta foi passear pelo campo e,
topando com um alentejano que contemplava o luar, disse-lhe:

- És um amante do belo!

Acaso já viste também os róseos dourados dedos da aurora

tecendo uma fímbria de luz pelo nascente,

ou as sulfurosas ilhotas de sanguíneo vermelho

pairando sobre um lago de fogo a esbrasear-se no poente,

ou asnuvens como farrapos de brancura obumbrando a lua,

que flutua esquiva, sobre um céu soturno?

- Ultimamente, não!... - respondeu o alentejano pasmado.

Faz um ano que não me meto nos copos!! ...

publicado por lino47 às 21:43
link | comentar | favorito

Anedota 380 Tertúlias

Num dos salões aristocráticos da capital durante o Séc XIX e principio do século XX, era costume juntar-se a fina flor da aristocracia da época para ouvir concertos, peças de teatro ou reunirem-se em tertúlias de escritores, poetas e actores pertencentes a famílias ricas.
Numa dessas tertúlias o poeta passeava calma e distraidamente por entre os convivas apreciando com fingida indiferença a conversa entre as damas e cavalheiros presentes.
Foi então que viu o escritor da moda apreciando o luar enquanto olhava distraído pela janela do primeiro andar.
Uma dama aproxima-se e displicentemente pergunta:
- Mestre, gosta de apreciar o luar ao despontar da aurora?
- Gosto sim minha senhora, mas gosto muito mais de apreciar o olhar de Vossa Excelência.
O poeta ouviu, e como era seu costume, quando ouvia uma frase de cariz poético, escrevia-a num bloco de notas.
O serão continuou e passado algum tempo, o poeta assistia a uma discussão sobre gostar ou não de coxas de rã.
De repente uma alta figura feminina da nação pergunta-lhe:
- Mestre, gosta de coxas de rã?
O poeta é apanhado de surpresa com a pergunta, distraído como era e ainda com a frase do escritor gravada na mente, responde sem pensar:
- Oh! perdão... Gosto sim minha senhora, mas gosto muito mais de apreciar as coxas de Vossa Excelência

publicado por lino47 às 21:12
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Anedota 439 casamento das...

. Anedota 438

. Adedota 437 A piça do Chi...

. Anedota 436

. Anedota 435 O barbudo e a...

. Anedota 434 O esparguete ...

. Anedota 433 Intuição feme...

. Anedota 432 O Zé Cagão

. Anedota 431 os gémeos pes...

. Anedota 430 o alentejano ...

.arquivos

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Abril 2020

. Fevereiro 2020

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Janeiro 2019

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

.favorito

. Burla

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub